Perfil do catequista

O que é preciso para ser catequista? 
Por Cris Menezes


Este texto eu escrevi para os catequistas novatos e para os antigos como eu.
                                                                                                                    

Bom, para ser catequista tem que ter  fé em Cristo ressuscitado. Tem que ser crismado, não é verdade? Mas isso não é suficiente.  É necessário ter boa vontade. Não. Mais que isso.  Para ser catequista, você deve ter um bom coração, muita determinação, ser crítico, ter a mente aberta, ser predisposto à alegria. (Não estou falando que catequista não pode ficar triste.  As tristezas vão sempre existir, faz parte da vida. Enfrente-as com coragem.) O catequista é portador da boa nova. E é com alegria que precisa anunciar: Cristo vive! 

Catequista precisa ser gentil, flexível, acolhedor. Mas há de ter firmeza. Catequista é um especialista em amar, é emoção, mas é razão também.  É preciso ter ideias, opiniões, ser crítico e se posicionar do lado dos mais fracos e dos injustiçados. Não vale fingir que não é com você. Se é com o próximo que não tem condições de se defender ou está sofrendo  injustiça ou violência, é com você também.  

Para ser catequista, você precisa  ter empatia, se colocar no lugar dos outros, falar com calma e ouvir com atenção. Ma há que  corrigir quando for preciso, há que ensinar o outro quando ele desandar,  há que não desistir das pessoas. Catequista precisa  preocupar-se com sua formação contínua: ler e estudar a bíblia, rezar o catecismo, entender de pedagogia catequética, do método ver-julgar-agir-celebrar-rever, do RICA, dos documentos da Igreja. Mas há também que saber de cor as lições da paciência, da amizade, da fé, da perseverança.

 É desejável não ter medo de inovar, de mudar.  Há que ter disposição para caminhar, não só de casa para Igreja e da Igreja para casa; a caminhada é mais longa, tem flores pelo caminho? Sim. Tem espinho? Também. E pedras? Muitas... Mas a boa notícia de hoje é que você não estará sozinho. Tem uma comunidade toda com você, muitos catequizandos, seu pároco, a coordenação da catequese, ah, e você terá um outro catequista para te acompanhar na sala de catequese. Eu também estou aqui para te oferecer meu abraço virtual e minhas mãos em oração por sua catequese. Vamos juntos? 

    

                                

Comentários