09 fevereiro, 2018

Trilha da Páscoa- Da escravidão para Liberdade

Foto: Cris Menezes (Itacaré-BA)


-Planejamento ideal para jovens e adultos
-Ambientação: demarque no chão uma pista, um caminho, pode usar fita colorida ou riscar com giz. Coloque pedras e flores. no caminho.
-Em cada parada, um catequizando irá ler "Dimensão bíblica". O catequista irá ler  a "Dimensão social atual", "dimensão individual" e os outros comentários que aparecem na trilha. Depois das leituras, terá um momento de partilha. O catequizando deve ter espaço para falar e se expressar. (Se tiverem um espaço maior, podem fazer este encontro como uma via-sacra, dentro da Igreja ou no pátio da Igreja.)

Parada 01: Êxodo - Ponto de Partida
(Para o catequista ler: Êxodo 1, 7   Êxodo 1, 11  Êxodo 1, 14-14

Dimensão bíblica:O povo Israelita fez o êxodo, isto é, a saída da terra onde eles moravam como estrangeiros e eram oprimidos e escravizados para caminharem até a Terra Prometida,  uma terra onde poderiam viver em paz. Essa terra foi prometida por Deus a Abraão, o primeiro patriarca.
Dimensão social atual: Quem são as pessoas hoje que trabalham numa condição análoga à escravidão?  Quem são os oprimidos na nossa sociedade? 
Dimensão individual: Vou pensar agora nas vezes que eu me senti escravizado pelos meus pecados, medos e sentimentos. Quando eu não fui livre?


Parada 02: Passagem do mar vermelho- Travessias
(Para o catequista ler: Êxodo 3,10-12)

Dimensão bíblica: Liderados por Moisés ( "que liberta o povo com braço forte"), o povo foge de Faraó e atravessa o mar vermelho. Para chegarem na Terra Prometida, eles tiveram que sair do lugar, caminhar, caminhar e caminhar....
Dimensão individual: eu já defendi o direito de alguém que estava sendo injustiçado? Eu já assumi alguma liderança na Igreja ou na escola? Como eu ajudo os amigos que sofrem?

Para sair da escravidão do pecado, eu preciso primeiro ter consciência das situações que me oprimem e depois ter coragem de fazer a travessia para a liberdade como o povo de Israel fez. 


Parada 03: Deserto
(Para o catequista ler: Êxodo 16)

Dimensão bíblica: Moisés guia o povo pelo deserto depois da saída do Egito. Durante as décadas de peregrinação o povo de Deus chorou, se lamentou, sofreu, se arrependeu de ter saído do Egito diante das dificuldades que apareceram. Mas Deus caminhava com o povo e propôs uma aliança de fidelidade. Os 10 mandamentos selou esta aliança. 
Dimensão social atual: Vamos rezar pelas pessoas que sofrem, pelos excluídos, marginalizados, pelas mães que choram a perda de seus filhos, pela violência urbana que assola nosso país, por milhares de jovens escravos das drogas, pelas guerras do narcotráfico.
Dimensão individual: Olhando para a dor do outro, eu também reconheço minha dor. Quais os desertos que já passei na minha vida? Já vivi longe de Deus?


Parada 04: Páscoa

(Para o catequista ler: Josué 5, 10-11   MT 26, 17-56  MC 14, 12-50)

Dimensão bíblica: Esta passagem da escravidão para liberdade foi comemorada pelo povo hebreu como páscoa. Então, eles comiam o cordeiro e pães sem fermento (pães ázimos) para comemorar a páscoa.

Jesus também comemorava a páscoa judaica, mas deu a ela um novo sentido. Ele se fez o próprio cordeiro. Ele assumiu nossos pecados e morreu numa cruz para nos salvar, por amor.

Papa Francisco nos ensina que " não é porque Ele (Jesus) fez tudo e nós devemos fazer nada, que ele passou pela cruz e nós vamos ao paraíso de carruagem. Não é assim. A nossa salvação certamente é dom seu, mas uma vez que é uma história de amor, como nos demonstra a nossa mãe Maria e depois dela todos os santos."

Questões para partilha:  Como viver o tempo pascoal?

*Lembrar que este encontro continua na Missa de Domingo de Páscoa. Toda a comunidade se reúne para uma grande Ceia Pascoal.

Proposta de atividade

Ideias: Prepare um lanche ao final do encontro de catequese. Pode-se reunir 13 catequizandos e representar a última ceia.
Ou, que tal realizar o encontro de catequese junto com a família de um catequizando? Outra opção é  fazer uma ceia no salão da Igreja com famílias assistidas pelos vicentinos. Ou então pode ser um encontro celebrativo com pais e catequizandos.   

Escrevi um texto básico, mas vocês podem acrescentar mais coisas, adaptar para a realidade da turma e da comunidade.  (Esta trilha pode ser usada num encontro com catequistas, basta só aprofundar mais a trilha e as questões para reflexão.)

Elaborado por Cris Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário