Como coordenar a catequese?



Vamos falar hoje sobre a coordenação da catequese? Você sabe quais são os objetivos de uma coordenação? Arrisca algum palpite?

Nem sempre o coordenador é preparado para assumir esta missão. O coordenador vai aprendendo enquanto caminha, enquanto vence os desafios. E por mais que haja um curso nas escolas catequéticas, ainda assim não seria suficiente para formar um coordenador. Maturidade cristã e de vida, capacidade de resolver conflitos, inteligencia emocional são fundamentais. Alguém me falou que um coordenador deve ser uma pessoa conciliadora. Penso que ser conciliador deveria ser pré-requisito para qualquer trabalho de liderança dentro da Igreja e fora.
Quando cheguei na coordenação, tinha mais de treze anos de caminhada na catequese. Percebi que Deus tinha me moldado muito e me preparado neste tempo todo para assumir a missão de ser coordenadora. Não é fácil. Mas crescemos muito: aprendemos a ser mais acolhedores e conciliadores. Quando assumi a coordenação, eu queria cuidar de todos os catequistas. Cuidado é uma palavra importante para um coordenador. Cuidar de quem cuida.

Então, para ajudar você que é coordenador, ou você que é catequista, a conhecer melhor os objetivos da coordenação, publico as diretrizes para o Ministério da Coordenação (Diretrizes  gerais para a catequese), Arquidiocese de Brasília) :


Objetivos da coordenação:
-Unir o grupo.
-Evitar a duplicação de tarefas.
-Incentivar os participantes.
-Articular talentos e recursos.
-Evitar a dominação e a omissão dentro do grupo.
-Criar um clima de responsabilidade e confiança mútua.
-Descobrir e valorizar a capacidade das pessoas.
-Testemunhar, servindo.
-Elaborar, em conjunto, um projeto catequético capaz de gerar a formação de comunidade.
-Criar unidade de ação entre a paróquia, setor, Vicariato e Arquidiocese.

Um desafio enorme, não acha?

Vamos prosseguir com os Compromissos da Coordenação:

"Para se realizar um bom trabalho é necessário que a equipe de coordenação:
-Elabore um programa de formação adequado às necessidades dos catequistas.
-Ajude os catequistas a integrar a catequese com as outras pastorais e serviços.
-Realize encontros de formação, estudos, aprofundamentos, retiros e celebrações.
-Incentive toda a comunidade para que se sinta responsável e assuma seu papel catequizador."


Este documento é uma bússola para nós coordenadores. Nos define uma direção e um jeito certo de ir. 


Cris Menezes
Catequista
Brasília-DF

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Campanha da Fraternidade 2017- Por onde começar?

Caça Tesouro- CF 2017

Como falar da Semana Santa com as crianças- Planejamento