15 abril, 2012

Qual seu sonho de Catequese?

Carta ao Coordenador da Catequese



As crianças iriam amar ir a catequese, todas, sem exceção. Os catequistas também. Os padres teriam mais tempo, não para visitas eventuais, mas visitas diárias, para conhecer as crianças, orientar os catequistas. Bom, definido que todos vão para catequese com vontade e alegria, podemos avançar... A sala dos encontros seria maior, as cadeiras mais confortáveis, uma mesa que lembrasse a Última Ceia de Jesus, para as ocasiões especiais, e sem quadro-negro. Imaginou? Mas atenção: poderíamos ter uma estrutura física melhor ou reunir os catequizandos debaixo de uma árvore, o que importa é falarmos com entusiasmo apaixonante de Jesus. Prosseguindo: os catequizandos ficariam atentos, participativos, sem síndrome de déficit de atenção ou hiperatividade, essas modernidades da psicologia. As crianças cresceriam em um ambiente famíliar estruturado, com amor, conforto, longe dos entorpecentes e violência doméstica, isso resultaria em crianças mais felizes. (Um mundo melhor cabe no meu sonho de catequese.) Eu também seria mais feliz, para poder ser uma catequista melhor, mais disposta, sem medos ou desilusões. E depois da catequese, voltaríamos para casa mais contentes e mais cheios de Deus. No dia seguinte, a missa estaria lotada de crianças da catequese. A missa falaria ao coração destas crianças, então elas iam querer voltar todo domingo, todo domingo.E viveríamos felizes. Você perguntou...e eu não economizei no sonho.

Cris Menezes