20 outubro, 2012

Dinâmica para encontro de Catequese: Árvore da Santíssima Trindade


Dinâmica para o encontro sobre a Santíssima Trindade.
 Colocamos árvores de papel na sala. De três em três, os catequizados escolhiam um coração e colavam em um das árvores.







Como não sou boa em fazer moldes no computador, achei este molde no blog Pequeninos Catedral

23 setembro, 2012

Bíblia+primavera

Para comemorar a primavera, enfeitamos nossa sala com esta árvore:



Nas mãozinhas, os catequizandos escreveram seus nomes e um nome de um livro da bíblia, afinal é o mês da Bíblia e é primavera!

15 setembro, 2012

Planejamento de Encontro da catequese para catequese infantil: Jesus ama as crianças


Encontro do livro do catequista (Editora Paulus).

Levar alguns cartazes que mostrem crianças brincando, crianças tristes, alegres, doentes ou em alguma favela. Perguntar aos catequizandos o que eles acham daqueles cartazes ou pedir que cada um fale sobre o cartaz. Nestes cartazes vocês estão vendo crianças de todo tipo: alegres, tristes, cantando...

Para conversar com os catequizandos:
Será que Jesus, alguma vez,  falou com as crianças?
Vamos abrir o evangelho e sentir o que Jesus falou das crianças. (Lc 18, 15-17); Mt 19, 13-15).
"Certa vez, alguns pais levaram seus filhos até Jesus. Os apóstolos não gostaram muito porque achavam que as crianças não entendiam nada. Mas Jesus pegou uma criança, colocou-a no colo e disse: "Deixai que as crianças venham a mim porque delas é o reino dos Céus. " Sabem por que Jesus fez isso?

Porque as crianças são simples, falam a verdade, são inocentes, alegres e porque:
Jesus ama as crianças.

Vamos ver o que os adultos pensam das crianças:

"Que elas são o futuro da nação."
"Que mais tarde serão pais, governantes, catequistas, professores, padres e até Papa".

Vamos ver o que Jesus pensa das crianças:

Que todas as pessoas devem também gostar das crianças como Ele gosta;
Que devem ser amadas e tratadas como crianças e não como gente grande;
Que devem ser como elas são: alegres, inocentes, bagunceiras, levadas, espertas...
Não são adultos, por isso:
Que as crianças são tão importantes, elas têm compromissos:
Devem ser boas, honestas, responsáveis, boas companheiras, cumpridoras dos deveres para com Deus, para com os pais, para com os irmãos.




Para saber mais:

Na época de Jesus, na Palestina, as mulheres e as crianças não eram consideradas cidadãs. As mulheres tinham de submeter-se aos maridos; não tinham direito à palavra nem participavam da vida pública. Fechadas em casa para tratar dos filhos e atender aos trabalhos domésticos, dedicavam-se à maternidade. as sinagogas não tinham direito ao ensino das Sagradas Escrituras como os homens e os rapazes. E no templo, ficavam num pátio, mais distantes do santuário do que os homens. Jesus admitia as mulheres na sua comitiva e até lhes confiava tarefas.  Quanto às crianças, às quais não se dava a devida atenção, Jesus comprazia-se em acolhê-las, tomá-las nos braços, e apresentá-las como exemplo. E não era em atenção à inocência delas, como por vezes se pensa. Certas crianças, mesmo de tenra idade, mostram inclinação para o mal.  E Evangelho de Lucas mostrou crianças amuadas e caprichosas que perturbam os jogos das outras  ( Lc 7, 31-32). As crianças devem ser respeitadas na sua dignidade. Elas não têm prestígio e ocupam lugar insignificante na sociedade. Por isso, Jesus lhe dá importância, as toma como modelos perante as pessoas ávidas de prestígio e desejosas de altos postos na escala social ( cfr. Ls 9, 46-48).Jesus respeita nas crianças a sua dignidade de seres humanos e a sua dignidade de filhas de Deus. 

12 agosto, 2012

Dinâmica para catequese: Caça ao tesouro



Encontro: Jesus nos ensina por meio de parábolas- Parábola do semeador

Mateus 13
Leitura silenciosa
Leitura em voz alta
Aplicação da leitura na nossa vida: como está o nosso coração? Somos a terra pedregosa, a terra entre espinhos, a terra no meio do caminho, ou a terra boa? Queremos ser a terra boa?

Dinâmica: Caça ao Tesouro (Criado por Cris Menezes)

Pista 1: Iniciaremos agora nossa caça ao tesouro. Prestem atenção na primeira pista. Ela está  no mural do quadro de avisos da Igreja.

Pista 2:  Na leitura que partilhamos sábado passado, Jesus disse: “Quem vir a mim não terá mais sede.”  Só Jesus pode matar a nossa sede de amor e felicidade! A segunda pista está escondida num lugar que tem água.

Pista 3: Parabéns. Chegar até esta torneira de água não foi fácil.  Água é fundamental para nossa sobrevivência. A água também nos lava da sujeira. No batismo,  o padre joga um pouco de água na nossa cabeça e nos batiza em nome do Pai, do filho e do Espírito Santo. A pista 3 está escondida no lugar onde se batizam crianças e adultos na nossa Igreja.

Pista 4:  A Bíblia é a palavra de Deus.  Na Bíblia, aprendemos muitas coisas boas. Hoje, por exemplo, aprendemos que Jesus falou aos seus discípulos  por meio de parábolas, ou seja histórias.  As histórias de Jesus ensinaram os discípulos sobre o amor a Deus e às pessoas, caridade, perdão... Procure na Bíblia uma parábola de Jesus e leia para todos.  (Quem encontrar uma parábola na Bíblia, ganha a pista 5)

Pista 5:  A parábola do semeador nos faz pensar em como está o nosso coração. Procure  uma oração que escondi em alguma das salas de catequese. Mas atenção,  peçam licença ao catequista para entrar nas salas.

Pista 6: “Senhor, Feliz é só quem segue o caminho que você nos deixou na sua lei. Será sempre como árvore, bem regada, verde e cheia só de flores e frutas boas.” ( Procure entre a natureza que Deus criou, a próxima pista.

Pista 7: “Qual é a chave? Qual é o segredo que abre as portas do teu coração?” Você está recebendo agora esta chave. Se ela abrir o armário da catequese, você encontrou o tesouro.  Vá até o armário e pegue  o tesouro!
Tesouro: 







18 junho, 2012

Jesus, nossa Eucaristia

Minha conversa com as crianças- Turma de reposição

        Significado de Corpus Christi: é uma palavra latina que significa Corpo de Cristo. Na festa de Corpus Christi comemoramos o Corpo de Cristo, ou seja a Eucaristia, Jesus presente na hóstia santa e no vinho.

Pão material x pão espiritual
          Para vivermos precisamos nos alimentar diariamente. Não conseguimos viver muitos dias sem comida, nem bebida. O pão (a comida) alimenta nosso corpo, nos dá energia para realizar nossas tarefas. Sem alimentar, nós morremos.
Nós somos feitos de corpo e alma. E nossa alma necessita de amor, como o corpo precisa de alimento.
Eucaristia é este alimento para nossa alma, é o nosso alimento espiritual,  é a hóstia que recebemos na missa.

         A hóstia é um pão sem fermento. O que acontece se não colocarmos fermento no bolo? Isso mesmo, o bolo não cresce. Mas a hóstia não é só um pão sem fermento, a hóstia consagrada é o próprio Jesus que se doa por nós, e quer ser nosso alimento, quer nos fortalecer, nos ensinar amar as pessoas, quer ser nossa força e coragem, quer nos dá vida verdadeira. Vocês sabem em que momento a hóstia deixa de ser um simples pão para se transformar no próprio Jesus? Isso mesmo, no momento em que o padre abençoa a hóstia e repete as palavras de Jesus, na última ceia com os apóstolos:

Tomai todos e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós
De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice
e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo:
Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue, o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de Mim.

A Igreja repete os gestos e as palavras de Jesus, há milhares de anos, como Ele próprio pediu.

            Depois da Primeira Eucaristia, vamos receber a segunda eucaristia, a terceira... a mil eucaristia, vamos receber a eucaristia atéééé o final da vida, em todas as missas que participarmos. (Daí uma criança me interrompe e diz: e se a gente pecar, tem que se confessar. )É, quando pecarmos, precisaremos nos confessar para continuar recebendo a Eucaristia. É bem assim: Quando alguém que a gente gosta diz que vai nos visitar, nós corremos e arrumamos nosso quarto, arrumamos a casa toda, limpamos e organizamos as coisas para receber a nossa visita. Ninguém quer mostrar uma casa suja e desarrumada para os outros. Da mesma maneira, nós precisamos limpar o nosso coração, para receber Jesus. O nosso coração está assim (mostrar uma folha em branco), mas olha só o que o pecado faz no nosso coração (mostrar a folha branca com manchas- Usar a cor laranjada para parecer sujo.). O pecado suja o nosso coração. Então precisamos limpar o nosso coração para receber Jesus, Como fazemos para limpar o nosso coração? (Deixar que as crianças falem.)


            Primeiro, precisamos nos arrepender do pecado que cometemos. Reconhecer que erramos: "Puxa, eu não devia ter feito aquilo, ter brigado com meu irmão, ter desobedecido meus pais..." Depois, vamos pedir perdão a Deus e pedir perdão para a pessoa que magoamos. Vamos também precisar nos confessar com o padre, que na hora da confissão representa o próprio Jesus. Nós contamos ao padre nossos pecados. É só lembrar dos 10 mandamentos. Peguei contra os 10 mandamentos? Vou então precisar me confessar, para depois receber a comunhão.


Celebração

A Igreja repete o gesto de Jesus e suas palavras há mais ou menos dois mil e doze anos. (Pedir para que todos peguem o pão e o suco de uva. Esperar que todos peguem. Ninguém pode comer antes. Quando todos estiverem prontos, ler a passagem bíblica da Última Ceia.)





Para copiar no caderno

"Jesus quis sempre ficar com a gente. Por isto Ele se torna alimento-a Eucaristia- que nos dá forças para caminhar sempre unidos.

Devemos repartir o amor e a amizade com as pessoas. E repartir tudo o que temos e o que sabemos. Só assim a nossa vida se torna uma vida de comunhão. Não devemos viver egoísticamente, mas devemos repartir tudo aquilo que temos o outro que tem menos. "


Oração final no Santíssimo

Senhor Jesus, te peço para abençoe minha família e te peço, Jesus, para que nunca falte comida na minha casa. Me ajude a amar todas pessoas, também aquelas que me aborrecem e me irritam.


Estudo no Youcat

"A sagrada Eucaristia é o sacramento em que jesus Cristo entrega Seu corpo e o Seu sangue-Ele próprio-por nós, para que também nos entreguemos a Ele em amor e nos unamos a Ele na sagrada Comunhão. Assim nos ligamos ao corpo único de Cristo, a Igreja. A Eucaristia é, depois do batismo e da confirmação, o terceiro sacramento da iniciação cristã da Igreja Católica A eucaristia é o misterioso centro de todos esses sacramentos, pois a imolação histórica de Jesus na cruz torna-se presente, de uma forma oculta e incruenta , durante a consagração do pão e do vinho. A Eucaristia é portanto, a fonte e o centro de toda a vida cristã( Concílio Vaticano II). Tudo aponta para ela; aliás, não há nada maior que se possa alcançar. Quando comemos o pão partido, unimo-nos ao amor de Jesus, que no madeiro da cruz nos ofereceu o seu Corpo; quando bebemos do cálice, unimo-nos Àquele que até derramou sangue durante a Sua oferta por nós. Não inventamos este rito; foi o próprio Jesus que celebrou com Seus discípulos a Última Ceia e antecipou a sua morte; Ele ofereceu a seus discípulos sob os sinais do pão e do vinho e exortou-os a celebrarem a Eucaristia a partir de sua morte: ‘Fazei isto em memória de mim.' (I Cor 11, 24)".

16 junho, 2012

Cantinho da Oração

Desenhei,  inspirada numa lembrancinha, para meu cantinho da oração.





"Pedi e se vos dará. Buscai e achareis. Batei e vos será aberto. 8Porque todo aquele que pede, recebe. Quem busca, acha. A quem bate, abrir-se-á. 9Quem dentre vós dará uma pedra a seu filho, se este lhe pedir pão? 10E, se lhe pedir um peixe, dar-lhe-á uma serpente? 11Se vós, pois, que sois maus, sabeis dar boas coisas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celeste dará boas coisas aos que lhe pedirem. 12Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles." (Mateus 7)

13 junho, 2012

Jesus nos ensina a verdadeira felicidade


"A felicidade não está em nós, assim como a felicidade não está fora de nós. A felicidade está só em Deus. E quando O tivermos encontrado, ela estará por todo o lado." (Blaise Pascal)

Preparação: distribuir recortes de revistas com figuras que representam os bens materiais que sociedade valoriza, como carro, dinheiro, carro, roupas e sapatos de marca, etc.

Convidei as crianças para observar as figuras e deixei que partilhassem o que achavam. Depois de conversarmos sobre o que a sociedade valoriza, lemos o sermão da montanha- Mt 5




Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu.
Felizes os aflitos, porque serão consolados.
Felizes os mansos, porque possuirão a terra.
Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
Felizes os que são misericordiosos, porque encontrarão misericórdia.
Felizes os puros de coração, porque verão a Deus.
Felizes os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.
Felizes os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino do Céu.
Felizes vocês, se forem insultados e perseguidos, e se disserem todo tipo de calúnia contra vocês, por causa de Mim.
Fiquem alegres e contentes, porque será grande para vocês a recompensa no céu. Do mesmo modo perseguiram os profetas que vieram antes de vocês.







 

Dinâmica da bexiga

"Entregar uma bexiga para cada catequizando.Catequista: Eu queria dar um presente a cada um de vocês. Andei pelas lojas e encontrei uma que vendia coisas diferentes. Entrei nela e comprei um pouco de sol, um pouco de chuva, um pouquinho de vento e bastante sorriso. Comprei um pouquinho de lágrimas, pois há pessoas que gostam de chorar nas alegrias. Comprei um pacote de razão. Comprei serenidade, paciência, respeito, sinceridade, verdade. Comprei muita compreensão perdão, romantismo e gentileza. Vi pacotes de amor e paz junto com a alegria e comprei muito, muito mesmo. Tinha orgulho, vaidade, mas isso eu não comprei nada. Da solidão eu passei longe, mas fui no balcão da amizade e do companheirismo e comprei tudo o que havia. Comprei também essa bexiga, que simboliza o coração de vocês, para que vocês pudessem guardar esses presentes dentro dela. Vamos então encher essas bexigas com esses presentes? ... Bem devagar para não estourar... Encheram?... Agora cada um pense em mais um presente desses e coloque dentro da bexiga, enchendo ela mais um pouquinho. Agora, amarre a bexiga! Ah! Lembrei-me de uma coisa. Esses presentes não podem ficar só conosco. É preciso fazer o gesto da partilha. Vamos então trocá-los uns com os outros. (Trocar as bexigas). Agora que vocês trocaram preciso contar-lhes um detalhe. Na loja especial onde encontrei tudo isso, me disseram que esses presentes precisam ser espalhados pelo mundo e essa missão é nossa, precisamos transbordar esse mundo com esses presentes maravilhosos. De que maneira? Vamos estourar as bexigas."
Detalhe: alguns não queriam estourar a bexiga, porque era em forma de coração. Olha o desapego- eu disse !! rsrs
     
Música do Encontro: Amar como Jesus amou, gravação do Padre Marcelo Rossi.



Textos de Apoio

As bem-aventuranças

"Jesus, subindo ao monte, nos aparece como um novo moisés promulgador da Nova Lei no novo Sinai. Chama de bem-aventurados os pobres e humildes.
(...) O Sermão da Montanha é um sermão revolucionário. Jesus 'vira a mesa'. É uma inversão de valores tradicionais. Os hebreus cultivavam a convicção de que prosperidade material, o sucesso, eram sinais das bênçãos de Deus; a pobreza e a esterilidade eram sinais de maldição. Agora os bem-aventurados não são mais os ricos deste mundo, os saciados, os favorecidos, mas o que têm fome e choram, os pobres e perseguidos. É a nova lógica, que Maria, a bem-aventurada por excelência, canta: 'Derrubou os poderosos'
(Lc 1, 52). (...) Jesus encarnou a realidade do povo. A sua mensagem era resposta às necessidades da época.  (...) A sociedade valoriza mais o ter do que o ser. Não valoriza os doentes, os pobres, os que promovem a paz e a justiça"
 (Livro do Catequista- Diocese de Osasco)

Estudo no Youcat

Por que desejamos a felicidade?
Deus  colocou no nosso coração uma ânsia tão infinita de felicidade , que só Ele a consegue satisfazer. As realizações terrenas apenas nos dão um antegozo da felicidade eterna. Superando-as, temos que nos virar para Deus.

Conhece a sagrada escritura algum caminho para a felicidade?
Seremos felizes à medida que confiarmos nas palavras de Jesus contidas na bem-aventuranças. O evangelho é uma promessa de felicidade para todas as pessoas que desejam pecorrer os caminhos de Deus. Jesus disse concretamente, sobretudo nas bem-aventuranças, que a benção infinta se baseia em seguirmos o seu estilo de vida e procuramos a paz com o coração puro.

Por que são tão importantes as bem-aventuranças?
Quem anseia pelo Reino de Deus olha para a lista das prioridades de Jesus: as bem-aventuranças. Deus fez promessas ao Seu Povo desde Abraão. Jesus retoma-as, dilata ao Céu a sua validade e faz delas o Seu próprio programa de vida: o Filho de Deus torna-Se pobre, para tomar parte da nossa pobreza; Ele alegra-Se com os alegres e chora com os que choram (Rm 12, 15); não recorre à violência, mas dá a outra face (Mt 5, 39); teve misericórdia, promoveu a paz e mostrou assim o caminho seguro para o céu.

"Querer tudo o que Deus quer e querê-lo sempre,em todas as ocasiões e sem restrições: isto é o Reino de Deus, que é totalmente interior." (François Fênelon)


02 junho, 2012

Frutos do Espírito Santo


Continuação do encontro de Pentecostes.
A atividade para casa foi pesquisar na internet quais são os frutos do Espírito Santo. Para minha surpresa uma catequizanda trouxe  isto:

"...'Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio...' O fruto do Espírito Santo é o resultado da presença do Espírito Santo na vida do Cristão. A Bíblia deixa bem claro que todos recebem o Espírito Santo no momento em que acreditam em Jesus Cristo (Romanos 8:9; 1 Coríntios 12:13; Efésios 1:13-14). Um dos propósitos principais do Espírito Santo ao entrar na vida de um Cristão é transformar aquela vida."

Que lindo, minha gente. Que texto maravilhoso.
O que era para ser só uma correção de "dever de casa" tomou conta do encontro todo, essa história linda de frutos do Espírito Santo. 
Depois de partilhar sobre o texto  que a criança trouxe, convidei todos a escreverem na flor ou no sol que entreguei um fruto ou um dom do Espírito Santo  que eles gostariam de pedir a Deus. Flor pronta, com folha e colada no palito, então o próximo passo é colocar o adubo e plantar no copo. O adubo foi as palavras  Oração e Eucaristia  escritas no papel. Para finalizar, eles colaram seus nomes no copo.

As plaquinhas com o nome dos frutos que aparecem na foto foi uma outra catequizanda que trouxe.





Deus seja glorificado por este encontro.


Material usado: cartolina dupla face, palito de picolé colorido, copo plástico de café, tesouras, cola, durex dupla face.

Moldes de flores:

27 maio, 2012

Dinâmica para catequese: Cata-vento do Espírito Santo



Pentecostes
Oração inicial
Música com gestos
Louve a Deus, louve a Deus, louve a Deus, e não se pode mais parar.
Passa fogo no meu braço agora, passa fogo no meu braço agora, ó senhor... Eu disse: braço, perna, cabeça e coração...
Linha do tempo
 Relembrando -  Cruz de Cristo- Páscoa- Ascensão- Pentecostes
Leitura do texto bíblico: Atos 2, 1-4  e partilha.
Desenvolvimento do tema: é o momento de falar sobre Pentecostes e o Espírito Santo, numa linguagem simples, que a criança entenda. Preferi não fazer muitas comparações para explicar o que é a Santíssima Trindade, pois tenho medo de confundir mais do que explicar. A Santíssima Trindade é o que é, um mistério maravilhoso, do qual podemos mergulhar sem medo, e experimentar Seu amor.
Chaves para conversar com as crianças:
O que aconteceu em Pentecostes? O que é o Espírito Santo?Quem é a Santíssima Trindade? Como se manifesta o Espírito Santo na nossa vida?

Lúdico: Levei material para as crianças fazerem um cata-vento. Tudo pronto, saíamos  para a porta da igreja, e como foi lindo ver o cata-vento rodando, rodopiando. Conclui que o Espírito Santo é como o vento, não podemos ver, mas podemos senti-lo. Nós também somos um cata-vento movidos pelo Espírito Santo!







Oração final no Santíssimo:




Nunca tinha feito um cata-vento, passei a semana pesquisando e testando, pensando numa forma mais prática e barata para montar um. Usei cartolina dupla face, canudinho, e alfinete para mapas. Para colar as pontas da hélice, usei fota dupla face, já que a cola que eu tenho demora muito para secar e não colava bem.
Aprendendo a fazer um catavento:
http://wwwblogdaprecatequese.blogspot.com.br/2012/05/tema-vinda-do-espirito-santo.html
http://www.lugardepapel.com.br/blog/106-dica-como-fazer-um-catavento.html
http://www.viladoartesao.com.br/blog/2009/10/para-curtir-um-dia-com-as-criancas-ao-ar-livre/
http://www.acessa.com/infantil/arquivo/oficina/2003/08/08-catavento/
http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI64495-10524,00.html
http://www.casaclaridade.com/2010/08/como-fazer-um-catavento.html

Sugestões de encontros:

http://www.jardimdaboanova.com.br/2012/05/encontro-de-catequese-tema-pentecostes.html
http://wwwblogdaprecatequese.blogspot.com.br/2012/05/tema-vinda-do-espirito-santo.html


Estudo no Youcat- Catecismo Jovem
 O que significa crer no Espírito Santo?

"Crer no Espírito Santo significa adorá-lO do mesmo modo que ao Pai e ao Filho. Significa crer que o Espírito Santo vem ao nosso coração para, como filhos de Deus, conhecermos o Pai do Céu. Movidos pelo Espírito Santo, podemos mudar a face da terra. Antes da sua morte, Jesus prometera aos discípulos dar-lhes um outro advogado (Jo 14, 16) quando não estivesse mais com eles. Quando, então, o espírito de Deus foi derramado sobre os discípulos da Igreja primitiva, eles compreenderam a quem Se tinha referido Jesus. Eles fizeram a experiência de uma profunda segurança e alegria na fé, e obtiveram determinados carismas, como profetizar, curar e realizar milagres. Até hoje tem havido pessoas na Igreja que possuem tais dons e fazem essas experiências.

Que papel desempenha o Espírito Santo na vida de Jesus?
Sem o espírito Santo não Se pode entender Jesus. É sobretudo na vida de Jesus que se revela a presença do Espírito de Deus, que designamos por Espírito Santo.
Foi o Espírito Santo  que chamou Jesus à vida terrena no ventre da Virgem Maria (Mt 1, 18), que O atestou como Filho amado (Lc 3, 22), O conduziu (Mc 1, 12) e O vivificou até o fim (Jo 19, 30): na cruz, Jesus expirou-O. Após a Sua ressurreiçãp, Jesus doou aos Seus discípulos o Espírito Santo (Jo 20, 22). Foi assim que o Espírito de Jesus transbordou para a Sua Igreja: 'Assim também como o pai me enviou, Eu também vos envio a vós'. (Jo 20, 21).

Sob que nomes e sinais aparece o Espírito Santo?
O Espírito Santo vem sobre Jesus na forma de uma pomba.Os primeiros cristãos experienciam o Espírito Santo como uma unção curadora, uma água viva, uma tempestade ruidosa ou um fogo ardende.O próprio Jesus  designa-O por advogado, consolador, mestre  e Espírito de Verdade. O Espírito Santo é dado nos sacramentos da Igreja, mediante à imposição das mãos e a unção com azeite.

Como pôde o Espírito Santo agir em Maria, com ela e através dela?
Maria estava totalmente solícita e aberta a Deus (Lc 1, 38). Desta forma pôde, mediante a ação do Espírito Santo, tornar-se 'mãe de Deus' e enquanto mãe de Cristo, também mãe dos cristãos a até mãe de toda humanidade. Maria possibilitou ao Espírito Santo  Maravilha das maravilhas: a encarnação de Deus. Ela deu o seu 'sim' a Deus: eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra. (Lc1, 38)
Fortalecida pelo Espírito Santo, andou com Jesus por montes e vales até a cruz, junto à qual Jesus no-la deu por mãe.

O que aconteceu no dia de Pentecostes?
Cinquenta dias após a ressurreição,  o Senhor enviou do céu o Espírito Santo sobre os seus discípulos. Começou então o tempo da igreja.
No dia de  Pentecostes, o Espírito Santo fez  de medrosos apóstolos, corajosas testemunhas de Cristo. Num curtíssimo espaço de tempo, fizeram-se batizar milhares de pessoas. Era o nascimento da Igreja.
O milagre pentecostal das línguas revela que a Igreja, desde o princípio está aberta a todos, é 'universal '(palavra latina que traduz o termo 'católico',de origem grega), e por conseguinte missionária. Ela dirige-se a todas as pessoas, supera fronteiras étnicas e linguísticas, e pode ser entendida por todos. Até hoje o Espírito Santo tem sido o 'elixir vital' da Igreja.

O que faz o Espírito Santo na Igreja?
O Espírito Santo edifica a Igreja, impele-a e recorda-lhe a sua missão. Chama homens e mulheres para o serviço dela, concedendo-lhes os dons necessários. Introduz-nos cada vez mais profundamente na comunhão  com o Deus trino. (...)

O que faz o Espírito Santo na minha vida?
O Espírito Santo abre-me a Deus, ensina-me a rezar e ajuda-me a estar disponível para os outros.
O silencioso hóspede da nossa alma- assim chama SantoAgostinho ao Espírito Santo. Quem o quiser sentir tem que fazer silêncio. Muito frequentemente, este hóspede fala baixinho em nós e conosco, porventura pela voz da nossa consciência ou através de impulsos interiores ou exteriores. Ser templo do espírito Santo significa estar de corpo e alma disponível  para este hóspede, para Deus em nós. Portanto, o nosso corpo é, em certa medida, a sala de estar de Deus.  Quanto mais nos abrimos dentro de nós, ao Espírito Santo, tanto mais Ele Se torna o mestre da nossa vida, tanto  mais Ele nos condece seus carismas, também hoje, para edificação da Igreja. Desta forma, cresce em nós, ao invés das 'obras da carne', os frutos do Espírito. "

15 abril, 2012

Qual seu sonho de Catequese?

Carta ao Coordenador da Catequese



As crianças iriam amar ir a catequese, todas, sem exceção. Os catequistas também. Os padres teriam mais tempo, não para visitas eventuais, mas visitas diárias, para conhecer as crianças, orientar os catequistas. Bom, definido que todos vão para catequese com vontade e alegria, podemos avançar... A sala dos encontros seria maior, as cadeiras mais confortáveis, uma mesa que lembrasse a Última Ceia de Jesus, para as ocasiões especiais, e sem quadro-negro. Imaginou? Mas atenção: poderíamos ter uma estrutura física melhor ou reunir os catequizandos debaixo de uma árvore, o que importa é falarmos com entusiasmo apaixonante de Jesus. Prosseguindo: os catequizandos ficariam atentos, participativos, sem síndrome de déficit de atenção ou hiperatividade, essas modernidades da psicologia. As crianças cresceriam em um ambiente famíliar estruturado, com amor, conforto, longe dos entorpecentes e violência doméstica, isso resultaria em crianças mais felizes. (Um mundo melhor cabe no meu sonho de catequese.) Eu também seria mais feliz, para poder ser uma catequista melhor, mais disposta, sem medos ou desilusões. E depois da catequese, voltaríamos para casa mais contentes e mais cheios de Deus. No dia seguinte, a missa estaria lotada de crianças da catequese. A missa falaria ao coração destas crianças, então elas iam querer voltar todo domingo, todo domingo.E viveríamos felizes. Você perguntou...e eu não economizei no sonho.

Cris Menezes



17 março, 2012

Dinâmica para catequese- Correio de Maria- O que eu aprendi na catequese?

Correio de Maria- 17 de março de 2012
Turma Madre teresa de Calcutá- 2º ano

Só agradeço a Deus  por fazer parte da vida destas crianças e  de poder mostrar Jesus para elas.